Curiosidades sobre sexo

Fantasias na cama: conheça as 6 mais populares, segundo pesquisa

Sex Shop com Frete Grátis

O sexo ainda é um tema repleto de tabus e preconceitos, mas, felizmente, muitos avanços já ocorreram nas últimas décadas. Hoje a sociedade está mais aberta e positiva para falar sobre sexualidade – das fantasias na cama até os tipos de fetiche mais obscuros!

O Dr. Justin J. Lehmiller, pesquisador do “The Kinsey Institute”, nos Estados Unidos, coordenou um estudo com 4.175 pessoas para descobrir quais são as fantasias e expressões sexuais mais comuns entre homens e mulheres.

Segundo a pesquisa, que deu origem ao livro “Tell Me What You Want” (Diga-me o que Você Quer), 96% dos participantes admitiram ter fantasias na cama, embora poucos tenham revelado alguma coisa sobre isso aos seus parceiros.

Nas entrevistas, Lehmiller perguntou às pessoas sobre suas vidas sexuais, e com que frequência elas fantasiavam sobre pessoas, lugares e temas específicos. Uma das conclusões inesperadas foi descobrir que há pouca diferença entre os gêneros em relação às fantasias eróticas, e que ambos  os sexos anseiam pelo lado emocional da relação íntima.

De sexo a três a sadomasoquismo, conheça, em ordem decrescente, as 6 fantasias na cama mais populares!


6. Relações com pessoas do mesmo sexo

No sexto lugar do ranking das fantasias na cama mais comuns surgiu o desejo de transar com pessoas do mesmo sexo, embora a maioria dos entrevistados tenha se identificado como heterossexual.

Os números apontaram que 59% das mulheres heterossexuais têm fantasias eróticas com outras mulheres, enquanto 26% dos homens heterossexuais cultivam a vontade de transar com outros rapazes.

Muitos homens também querem ser “feminizados” por uma mulher dominadora e até praticar a inversão de papéis (com o auxílio de uma cinta peniana). Curiosamente, nenhuma mulher respondeu que queria ser “masculinizada” pelo parceiro.

Outro dado relevante: um em cada quatro homens já pensou em fazer sexo com uma travesti, enquanto um em cada três deles já fantasiaram ter relações sexuais com uma transexual.

5. Sexo com propósito

Muitos dos pesquisados admitiram que preferem que o sexo tenha algum significado. Para eles, é superimportante a sensação de se sentir desejado, validado e amado por alguém. A maioria (70%) revelou que raramente ou nunca tem fantasias eróticas com sexo sem emoção ou sentimentos.

Nove em cada dez pessoas disseram que já tiveram fantasias envolvendo o parceiro atual e um pouco mais da metade (51%) faz isso com certa frequência. E sentir-se sexualmente competente e irresistível para o outro é fundamental para ambos os sexos.

Sexo com amor

4. Relacionamento aberto

Uma grande parcela dos participantes revelou ao estudo do Dr. Lehmiller que tem vontade de ter um relacionamento aberto, ou seja, transar com outras pessoas com o consentimento do/a parceiro(a), sem traições ou mentiras.

De acordo com os dados divulgados, 79% homens e 62% das mulheres já fantasiaram alguma coisa relacionada a isso. Já 58% dos participantes admitiram que ficariam empolgadas ao ver seus parceiros tendo relações sexuais com outras pessoas (embora esse número seja maior entre os homens).

3. Apimentar a relação

Quem não gosta de movimentar um pouco as coisas e apimentar a relação sexual? A pesquisa evidenciou justamente isso: um grande número de pessoas tem fantasias relacionadas com algum tipo de mudança na rotina sexual.

Pode ser uma posição diferente, um produto erótico novo ou um ambiente público inusitado para transar (um parque, elevador, avião ou escritório, por exemplo). Há também quem fantasie fazer sexo com pessoas fora do relacionamento com o pretexto de sair da mesmice e sacudir a vida entre quatro paredes.

Sexo no elevador

2. BDSM

As práticas de Sado e Fetiche apareceram na segunda posição do estudo. Foi constatado que 65% dos indivíduos têm vontade de sentir (ou causar) dor na hora do sexo. Entre as manifestações BDSM mais citadas estão o Bondage (Imobilização), surras, mordidas mais agressivas e o ato de derramar velas quentes sobre o corpo.

Uma das curiosidades apontadas pela pesquisa é que a maioria das mulheres tem a tendência em optar pelo sadismo, ou seja, conceder sofrimento ao parceiro sexual. De modo geral, 65% dos entrevistados relataram preferir receber a dor durante o sexo.

Em relação à idade, quanto mais jovem a pessoa, maior a chance de ela se interessar pelo universo BDSM, enquanto os mais velhos têm mais interesse por fantasias eróticas que envolvem mais de uma parceira sexual, entre outros tabus.

1. Sexo a três

No topo da lista das fantasias na cama mais comuns apareceu o sexo a três. Segundo a pesquisa, 89 % das pessoas entrevistadas assumiram que fantasiam ou já fantasiaram um ménage à troisde preferência com a participação do cônjuge (no caso de pessoas que já têm parceiros fixos).

Enquanto homens heterossexuais estão mais propensos a imaginar um trio com duas representantes do sexo oposto, as mulheres heterossexuais não mostraram nenhuma preferência pelo gênero da terceira pessoa participante – pode ser homem ou mulher!

Ménage à trois

Não quer perder nenhuma dica de sexo e notícias sobre o universo sexual? Assine nossa newsletter ou siga a gente nas redes sociais: Facebook e Instagram!

Vibradores Mais Vendidos
Mostrar mais

Posts recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai gostar:
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar